sinapers 26 anos abracando a sua causa

Terça | 20 de Junho de 2017
União Gaúcha recebe o presidente do IPERGS, Otomar Vivian.

A União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública, entidade que reúne 28 associações e sindicatos de servidores públicos, recebeu na segunda-feira (19) o presidente do IPERGS, Otomar Vivian.

O encontro marcou a disposição da entidade em fortalecer o diálogo a respeito das principais preocupações com relação ao IPE-Saúde e ao IPE Previdência.

As deficiências da rede de conveniados no interior do Estado, o déficit de servidores do Instituto e o Projeto do IPE Saúde foram alguns dos temas abordados pelas entidades presentes.

Segundo a Diretora Financeira da UG e presidente do Sinapers, Kátia Terraciano Moraes (que representa a entidade no Conselho Deliberativo do Instituto), somente no IPE Saúde já há um déficit de cerca 30% no quadro de servidores. Alguns médicos estão trabalhando apenas 20 horas semanais, e isso significa que os segurados estão sofrendo com atrasos em autorizações de exames, procedimentos, laudos e outras demandas. Isso sem falar nas Diretorias de Previdência, Administrativa e Presidência.

O presidente Otomar reconhece a gravidade do problema e lamenta que a maioria dos servidores que passaram no último concurso já tenham saído do Instituto, atraídos por melhores salários e que este problema seja de difícil solução, embora tenha que ser enfrentado.

Outro ponto abordado por Otomar é a baixa remuneração das consultas médicas, hoje em R$ 47,00. “É preciso rever esses valores de prestação de serviço, a readequação é uma necessidade e vamos trabalhar para isso”, garantiu.

O presidente da ASJ/RS, Paulo Olympio, lembrou que o Projeto de Reestruturação da Lei do IPE Saúde, aprovado no Conselho Deliberativo do órgão, com o apoio da União Gaúcha, IPE e entidades representativas de servidores, foi encaminhado a Casa Civil, porém, um outro projeto,  construído de forma unilateral, pelo presidente anterior do Instituto também foi encaminhado, prejudicando o andamento do projeto aprovado no conselho.

A preocupação com as propostas de reestruturação também foi externada pelo presidente Gilberto Schäfer.

Outros pontos abordados foram os créditos que o IPE tem a receber, assunto que se encontra em avaliação na Setorial da PGE da Autarquia.

Após ouvir as ponderações dos conselheiros, Otomar Vivian se comprometeu em avaliar as proposições legislativas que tratam do IPE e que estão na Casa Civil e garantiu que a relação será pautada pelo diálogo.