Terça | 02 de Agosto de 2016
Conselheiros apoiam paralisação de servidores
Conselheiros apoiam paralisação de servidores

Os Conselheiros da União Gaúcha decidiram, nesta segunda-feira (01/08), apoiar a mobilização dos servidores do Estado contra o parcelamento de salários que acontecerá nesta quinta-feira (04/08). Em nota pública a UG orienta as suas entidades associadas a indicar aos seus servidores o não comparecimento ao trabalho na data, devido à greve dos agentes policiais e pela falta de segurança que haverá para a população.

Os conselheiros também aprovaram a minuta redigida pelo diretor da AMP, Sérgio Harris, sobre a representação da UG contra a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), votada em junho deste ano, que congela o orçamento dos Poderes e o salário dos servidores. A entidade irá buscar o apoio e o encaminhamento do Ministério Público. O prazo para representações é até 15 de setembro.

A presidente do SINAPERS, Kátia Moraes, falou do Seminário sobre Previdência, que integra as comemorações dos 85 anos do IPERGS, e acontece nos dias 25 e 26 de agosto, na sede do Ministério Público. A União Gaúcha participará como apoiadora do evento e elaborará um Boletim com matérias positivas sobre o Instituto.

Ainda sobre o tema previdenciário, o Diretor de Previdência do IPERGS, Ari Lovera fez uma breve análise sobre as mudanças que ocorrerão com a reforma da Previdência. A mudança das regras e a desconstitucionalização das pensões preocupam as entidades. Lovera disse que é fundamental acompanhar as notícias e observar o que irá acontecer. “Estão planejando colocar algum projeto de lei para depois das eleições. Se a ideia é padronizar o Regime Geral e o Regime Próprio, será instituída a Previdência Complementar de forma obrigatória”, completou.

Uma das principais preocupações é alteração da idade mínima para aposentadoria. “Certas atividades, algumas pessoas não poderão exercer com, 65 anos de vida”, lamentou Lovera.

Fonte: Assessoria de Imprensa da UG - Gilvânia Banker