Quarta | 29 de Abril de 2020

A União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública, através da representação do escritório Ayres Britto, interpôs recurso ao Supremo Tribunal Federal (Agravo Interno), da decisão do ministro Dias Toffoli, que suspendeu a liminar do Tribunal de Justiça do RS (TJ-RS), deferida em Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) da legislação em vigor no Estado sobre a Reforma da Previdência (LC 15.429/2019 e EC 78/2020).

Terça | 28 de Abril de 2020

Algumas alterações aprovadas pela Assembleia Legislativa já estão sendo implantadas nos contracheques pelo Tesouro do Estado desde março, como as mudanças referentes ao Plano de Carreira da Brigada Militar (BM), do Corpo de Bombeiros (CBMRS) e do Instituto-Geral de Perícias (IGP), além do abono família e vale-refeição para civis e militares.

Terça | 21 de Abril de 2020

Hoje estamos completando 30 dias de isolamento social. Em 18 de março fechamos as portas físicas do Sinapers, deixamos nossas mesas de trabalho, as paredes, o burburinho do Centro e da nossa rotina de estar sempre correndo para dar conta da confiança depositada em nós. Que bom que tomamos, na hora certa, a decisão de fechar. Assim, conseguimos nos organizar para garantir o atendimento remoto para todos e eliminamos as possibilidades de contágio entre nós e nossas filiadas. 

Segunda | 20 de Abril de 2020

No momento de maior gravidade da vida nacional em decorrência da pandemia que assolou o planeta, momento este no qual já se vislumbram tragédias humanitárias em diversos estados da federação como São Paulo, Amazonas e Ceará, o líder maior do País deveria unir a nação na defesa da vida de todos os brasileiros. No entanto, o Presidente da República incita a desordem popular participando de ato com aglomeração de público (descumprindo às recomendações da OMS e do Ministério da Saúde), em frente ao Quartel-General do Exército Brasileiro, ato este em defesa de intervenção militar, AI-5, fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal.

Quarta | 15 de Abril de 2020

A União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública (UG) manifesta publicamente sua posição favorável à aprovação, pelo Senado, do substitutivo ao PLP nº 149/19 na forma em que foi votado na Câmara dos Deputados, pelas razões que seguem abaixo.

O Projeto de Lei Complementar nº 149/19, em sua formulação original, estabelecia o Programa de Acompanhamento e Transparência Fiscal e o Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal, proposta que também ficou conhecida como “Plano Mansueto”. Em suma, previa um instrumento de auxílio aos Estados, Distrito Federal e Municípios que se encontram em dificuldade fiscal. Para isso, o programa objetivava facilitar o acesso a crédito, de modo a gerar liquidez para resolver os problemas financeiros imediatos, mas condicionando-os à implementação de medidas austeras de ajuste fiscal e saneamento estrutural das contas públicas.

Terça | 14 de Abril de 2020

O enfretamento ao novo Coronavírus impôs mudanças bruscas nas rotinas sociais. O isolamento orientado pelas autoridades, como medida protetiva e mitigatória à Covid-19, reduziu o acesso a muitos serviços, inclusive os de saúde. Muitos pacientes tiveram dificuldades para dar continuidade de tratamentos regulares que haviam sido iniciados antes da pandemia. Anualmente, o IPE Saúde cobre mais de 3,2 milhões de consultas médicas. No entanto, em razão das medidas restritivas adotadas, constatou-se que, nos primeiros 15 dias de calamidade decretada, houve uma redução de 55% nestes procedimentos.