No próximo dia 05 de outubro, milhões de brasileiros utilizarão as pontas dos dedos para digitar os números de seus candidatos a presidente, governador, bem como para os cargos de deputado federal, deputado estadual e senador.
As eleições de 2014 acontecem sob um ar de descontentamento geral da população com a maioria dos políticos eleitos.

Roberto Carlos fazendo uma declaração de amor para um suculento filé no comercial da Friboi tem causado polêmica.
Dizem que o cachê foi R$ 10 milhões. Quem recusaria? Alguns argumentam que é ele quem paga suas próprias contas. Afinal, o rei não é o dono de sua vontade e decide o que julga melhor para si? Claro que sim. Mas, como todos nós, deve arcar com as consequências de suas decisões.

Com o advento da Emenda 62, publicada em dezembro de 2009 e recentemente declarada parcialmente inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal, desde janeiro de 2010 o governo estadual deposita mensalmente o percentual de 1,5% da Receita Corrente Líquida para pagamento de precatórios, o que equivale a aproximadamente R$ 28 milhões/mês.

É com muita alegria que encerramos o ano de 2013 com um balanço positivo, excelentes resultados e muitas conquistas que só foram possíveis graças ao empenho e a dedicação de colaboradores especiais, pessoas comprometidas, qualificadas, motivadas e responsáveis por uma causa justa que é o pagamento dos precatórios.

No dia dois de maio de 1990, criamos o primeiro Sindicado de Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio Grande do Sul e do Brasil.

A audiência pública realizada na Assembleia Legislativa no dia 24 de abril, sobre o IPE-Saúde, teria sido um mero espetáculo teatral não fosse o demonstrativo de resultados financeiros apresentado pelo auditor fiscal da receita estadual da Secretaria da Fazenda, José Paulo Leal.